Vereadores aprovam tratamento regional para o lixo

Com a aprovação do Projeto de Lei nº 037/2008, a Câmara autorizou a Prefeitura se integrar ao Consórcio Público para Tratamento e Destinação Final Adequada de Resíduos Sólidos da Região Sul do Estado- Cônsul. A votação foi na última terça-feira e os vereadores aprovaram por unanimidade o projeto de lei de autoria da Prefeitura.

 

Incluindo Venda Nova, são 16 municípios em convênio com o Estado, que apresentou a proposta na última audiência pública sobre o Orçamento 2009.  Durante a discussão do projeto, o vereador Alberto Falqueto- PDT fez uma retrospectiva do assunto e disse que em 2007, na audiência sobre o Orçamento 2008, a principal reivindicação dos municípios foi resolver o problema da destinação do lixo. “Todos cobraram uma posição do Estado. No entanto, não acreditávamos que a proposta viria ainda em 2008”.

 

Falqueto considera o projeto amplo e bem planejado e, para ele, os municípios vão economizar muito.  O Estado foi divido em cinco regiões diferentes, com 13 a 15 municípios cada, sendo que o maior deve convergir o sistema de captação e tratamento. No caso da nossa região, será Cachoeiro de Itapemirim.  O vereador lembrou que Venda Nova paga caro para mandar o lixo recolhido para Cariacica e ele acredita que o consórcio vai diluir estes custos, já que o investimento é todo por conta do Estado.

 

Para Falqueto, cabe aos municípios investir na conscientização para reduzir a quantidade de lixo. “O trabalho é lento e gradual. A mudança de comportamento é uma responsabilidade do cidadão e não deve só partir do Município”.

 

Boas idéias de sustentabilidade

Para Chico Foletto- PSB, o Governo do Estado mais uma vez sai na frente e dá o exemplo para o Brasil. “O projeto dá a chance dos municípios economizarem e vantagens à população, que ganha na saúde, no meio ambiente e na educação”. Foletto sugere incentivar as comunidades a criarem composteiras e hortas comunitárias e ainda, que seja criado um programa educativo de produção artesanal com as crianças.

 

Para Eunice Caliman- PV, apesar de muito interessante, é preciso ir além. Ela sugere uma separação da grande quantidade de papel e plástico para uma reciclagem.

 

O presidente da Câmara, o vereador Marco Grillo- PSDB, achou interessante que cada um tenha uma idéia que colabore com a diminuição do lixo. Ele lembra que o município integra uma região de cabeceira e há urgência de solucionar este problema.

 

Uma idéia simples e interessante é adotada pela Família Busato: a oferta de sacolas nos moldes dos antigos embornais para seus clientes levarem queijo ou outro produto da propriedade. Grillo citou ainda outro exemplo dos produtores ligados ao agroturismo: Carmem Feitosa está fazendo com material reciclado as embalagens de seus sabonetes de leite de cabra

 

Ele também fez uma retrospectiva e lembrou que na ocasião da emancipação, o lixão ficava em Pindobas e, por volta de 93/94 foi para o Alto Saúde, onde o espaço atendeu por uns dez anos. Com o esgotamento do aterro, começou o dilema, pois o Município não encontrava nenhum lugar que o Iema considerasse adequado.

 

 

Data de Publicação: sexta-feira, 25 de julho de 2008

ACOMPANHE A CÂMARA

Endereço:
Av. Evandi Américo Comarella, nº 385 - 4º andar
Venda Nova do Imigrante – ES - CEP: 29375-000


Telefone:
(28)3546-0074
E-mail:
camaravni@camaravni.es.gov.br

Horário de Funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 12:00h às 18:00h

Dia e Horário das Sessões Plenárias:
Todas as terças-feiras 19:00h